Senado dos EUA na luta contra o doping

O Departamento de Justiça norte-americano entregou ao Senado documentos que podem ajudar o Comitê Olímpico dos Estados Unidos (Usoc) a manter longe da Olimpíada de Atenas atletas suspeitos de uso de doping. Os documentos se referem à investigação sobre as atividades do Laboratório Balco, suspeito de fornecer substâncias proibidas a atletas de elite.O senador John McCain, que requisitou a documentação, disse que o material não será divulgado, mas a intenção é assegurar uma ?delegação limpa? em Atenas. A pouco mais de três meses da Olimpíada, o Usoc acha que a medida manterá fraudadores distantes. O objetivo não é barrar atletas já pegos em antidoping, mas usar o regulamento da Agência Americana Antidoping (Usada) para afastar suspeitos do uso de substâncias proibidas. ?Queremos evitar desconfiança sobre resultados na Olimpíada?, disse Jim Scherr, do Usoc.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.