Sergei Bubka se torna 6º candidato à presidência do COI

O ucraniano Sergei Bubka, lenda da história do salto com vara, entrou nesta terça-feira na acirrada disputa pela presidência do Comitê Olímpico Internacional (COI). O ex-atleta de 49 anos, campeão olímpico e mundial, confirmou oficialmente para a entidade o seu desejo de suceder Jacques Rogge, que deixará o cargo em setembro, depois de 12 anos à frente do organismo.

AE-AP, Agência Estado

28 de maio de 2013 | 10h01

Bubka se tornou o sexto, e provavelmente o último, candidato desta eleição que definirá o novo presidente da principal entidade olímpica do planeta. "Estou plenamente consciente da responsabilidade que isso implica e também da decisão difícil de cada membro do COI em decidir quem é melhor para liderar o movimento olímpico nos próximos anos", disse o ucraniano ao confirmar sua candidatura.

A eleição do COI irá acontecer no próximo dia 10 de setembro, em Buenos Aires, na Argentina, e também terá como outros postulantes ao cargo dois vice-presidentes do COI, o alemão Thomas Bach e Ng Ser Miang, de Cingapura, além do porto-riquenho Richard Carrión - que já dirige o comitê de finanças da entidade. Também estão nesta disputa o taiwanês C.K Wu, arquiteto que comanda a Associação Internacional de Boxe Amador desde 2006, e o suíço Denis Oswald, advogado que preside a Federação Internacional de Remo desde 1989.

Ídolo do esporte, Bubka é o candidato mais jovem entre os seis que estão na luta pela presidência do COI, e na carta que enviou à entidade para confirmar a sua candidatura citou sua experiência como atleta, homem de negócios e administrador esportivo como seus trunfos.

"Estou confiante de que todas essas experiências me dão uma forte plataforma para trabalhar junto com vocês para liderar nossa grande organização, através deste próximo excitante e desafiador capítulo", disse Bubka, que competiu em quatro edições dos Jogos Olímpicos, de 1988 a 2000, tendo sido medalha de ouro pela extinta União Soviética há 25 anos, na Olimpíada de Seoul.

Seis vezes campeão mundial, o ucraniano contabilizou um total de incríveis 35 recordes mundiais no salto com vara ao longo de sua carreira. E ele ainda é o dono das principais marcas do mundo na história desta prova: 6,14m ao ar livre e 6,15m em evento indoor.

Fora das pistas, Bubka atuou como representante dos atletas olímpicos junto aos executivos que comandavam o COI entre 2000 e 2008, ano em que foi eleito membro da entidade por tempo integral e atuando em várias comissões. Ele também é um dos vice-presidentes da Iaaf (sigla em inglês para Associação Internacional de Federações de Atletismo) e, ao lado de Sebastian Coe, era considerado um dos principais candidatos a suceder Lamine Diack na presidência da entidade em 2015.

Tudo o que sabemos sobre:
COIeleiçãoSergei Bubka

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.