Sérgio Mota reconhece má atuação em Caxias

O meia Sérgio Mota, uma das promessas das categorias de base do São Paulo, reconheceu a má atuação na derrota por 2 a 0 para o Juventude, na noite de quarta-feira, em Caxias do Sul. O jogador de 17 anos foi substituído no intervalo por Leandro, e diz ter sentido a pressão. "Espero ter outras chances, mas sei que não fui bem", comentou. "Mas o Muricy (Ramalho) me disse para ter tranqüilidade, esse não era o jogo da minha vida", disse.Contra o Grêmio, que luta por uma vaga na Taça Libertadores, domingo, no Morumbi, o time terá a volta de vários titulares, casos de Rogério Ceni, André Dias e Jorge Wagner.FESTA NA INGLATERRAO time sub-17 do São Paulo conquistou o Desafio Pelé de Futebol Internacional ontem, na Inglaterra, ao derrotar o Sheffield United por 2 a 0. Antes, havia batido o Porto por 3 a 0 e o Manchester United por 4 a 1.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.