Sertão ainda busca reconhecimento nos EUA

Valdemir "Sertão" Pereira defende pela primeira vez o título mundial dos penas, versão Federação Internacional de Boxe, neste sábado, às 23h15 (horário de Brasília), em Boston, nos EUA, diante do norte-americano Eric Aiken - a RedeTV transmite ao vivo. Além de manter o cinturão, o pugilista terá a missão de ganhar a simpatia dos críticos dos Estados Unidos. A revista The Ring, a mais conceituada do boxe mundial, foi dura na análise da vitória de Sertão sobre o tailandês Fahproakob Rakkiatgym, em 20 de janeiro, quando o brasileiro conquistou o cinturão. ?Bom trabalho de Pereira, mas se você (leitor) acha que ele (Sertão) é um campeão mundial, você precisa fazer um exame de cabeça?, diz a matéria. ?O Sertão não é um nocauteador, mas tem técnica, é inteligente e sabe se adaptar muito bem ao estilo dos adversários. Tenho certeza de que com mais algumas lutas o Sertão vai conseguir seu espaço no mundo do boxe?, avisa Servílio de Oliveira, empresário do pugilista brasileiro. Nesta sexta-feira foi realizada a pesagem e os dois pugilistas acusaram o limite da categoria: 58,8 quilos. Logo em seguida, acompanhado do também brasileiro Acelino Popó Freitas, dono do cinturão dos leves pela Organização Mundial de Boxe, Sertão foi a uma churrascaria em Boston. Com Sertão e Popó, pela primeira vez na história o Brasil conta com dois campeões mundiais simultaneamente.

Agencia Estado,

12 Maio 2006 | 19h22

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.