Sertão exige uma revanche contra Eric Aiken

Valdemir "Sertão" Pereira exige uma revanche contra o norte-americano Eric Aiken após a derrota por desclassificação no sábado à noite, em Boston. Com isso, o pugilista brasileiro perdeu o título mundial dos penas versão Federação Internacional de Boxe."O Sertão foi roubado e merece uma nova oportunidade para reconquistar o cinturão", disse o empresário do pugilista brasileiro, Servílio de Oliveira. "Ele mostrou que é mais lutador."Sertão tentou explicar os quatro momentos em que foi acusado pelo juiz Charlie Dwyer de aplicar golpes baixos no adversário. "O calção dele estava alto demais. Não tive a intenção de atingi-lo abaixo da cintura", disse o brasileiro, que perdeu a invencibilidade após 23 vitórias consecutivas na carreira profissional.Aiken, que foi vaiado pelo público que esteve no Boston Garden após o anúncio da vitória, aproveitou para já esquentar o clima para revanche. "Eu sabia que ele (Sertão) era uma lutador sujo", afirmou o norte-americano, que venceu pela 16ª vez, em 20 lutas, para depois elogiar o brasileiro. "Ele me deu esta oportunidade e eu o agradeço. Quanto à revanche, vai depender dos empresários."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.