MARCELO CHELLO / ESTADÃO
MARCELO CHELLO / ESTADÃO

Sertões lança roteiro comemorativo dos 30 anos, aumenta percurso e vira maior rally do mundo

Edição terá 7.234 km, sendo 4.811km de trechos especiais, superando, assim, em distância, o Rally Dakar; será realizada entre 26 de agosto e 10 de setembro

Pedro Ramos, O Estado de S.Paulo

28 de abril de 2022 | 10h00

A edição comemorativa dos 30 anos do Rally dos Sertões 2022 reserva um roteiro especial para os competidores entre os dias 26 de agosto e 10 de setembro deste ano. A competição de carro, UTV, quadri e moto terá uma disputa ainda mais desafiadora, com 7.234 km, sendo 4.811km de trechos especiais, superando em distância o Rally Dakar. O roteiro de 14 cidades e oito Estados brasileiros foi divulgado em evento no Museu do Ipiranga, que está de portas fechadas desde 2013 e passa por grandes reformas, visando a reabertura para as celebrações do Bicentenário da Independência do Brasil, em setembro. 

"A edição das edições", como definiu Joaquim Monteiro, CEO da Dunas Race, organizadora dos Sertões, terá a largada em Foz do Iguaçu (PR) e passará por Umuarama (PR), Presidente Prudente (SP), Campo Grande (MS), Costa Rica (MS), Barra do Garças (MT), São Félix do Araguaia (MT), Palmas (TO), Mateiros (TO), Bom Jesus (PI), Balsas (MA), Imperatriz (MA), Paragominas (PA) e terminará em Salinópolis (PA). 

Cortando as cinco regiões do País, as etapas, muitas inéditas, vão apresentar diferentes níveis de desafio e exigirão grande preparação física e psicológica dos participantes. A apresentação da prova também serviu para trazer detalhes estratégicos sobre os mais diferentes trechos, quanto ao terreno, deslocamento e condições climáticas. Os participantes vão até atravessar uma fazenda de 30km na cidade de Imperatriz, no Maranhão. Para participar, as inscrições ainda podem ser feitas no site do evento e os valores custam R$ 20.900 para carro, R$ 23.600 para UTV, R$15.600 para quadri e R$10.400 para moto.

A cerimônia também inaugurou um Hall da Fama dos rallys e homenageou grandes personagens da história do Sertões. A primeira turma foi composta por Moara Sacilotti, Edu Piano, Guiga Spinelli, Du Sachs e Beco Andreotti, que receberam muitos aplausos dos presentes. "Espero ser lembrada como a mulher que nunca cansa de andar de moto no sertão", disse Moara.

O Sertões de 2022 também vai "abraçar" novamente o kitesurf entre 1º e 16 de novembro, além de promover o mountain bike em Ibitipoca (MG), entre 7 e 9 de julho. O kitesurf, em sua segunda edição, também será em formato de Rally, com distância de aproximadamente 500km e 250km para as categorias Pro/Elite Pro e Adventure. Já no evento de três dias de bicicleta, os competidores vão pedalar em média 60km por dia.

COMEMORAÇÃO

O Sertões de 2022 comemora ainda o Bicentenário da Independência do Brasil, no dia 7 de setembro, mostrando um País que muitos não conhecem. Por isso que a programação deste ano também destacou a reforma do Museu do Ipiranga, um dos principais do Brasil, que ganha uma ampliação grande e deixará o modelo tradicional para abrigar uma ideia mais tecnológica e diversa, atraindo um público mais jovem. A previsão de abertura será no dia 7 de setembro, na comemoração dos 200 anos da Independência, e tem previsão de receber, em média, 1 milhão de visitantes por ano. O acervo conta com grandes obras artísticas, como o quadro Independência ou Morte, de Pedro Américo, além do registro da primeira missa no Brasil. O local também contará com uma maquete reproduzindo a cidade de São Paulo em 1.840.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.