Silvio Berlusconi volta ao cargo de presidente do Milan

O antigo chefe do governo italiano, Silvio Berlusconi, foi eleito nesta quinta-feira novamente para o cargo de presidente do Milan, um dos clubes envolvidos nos escândalos de arbitragem do futebol italiano - inclusive, a equipe pode ser rebaixada para a segunda divisão."Berlusconi foi eleito outra vez para o cargo de presidente por unanimidade dos acionistas do Milan", explicou um porta-voz do clube. Presidente do Milan desde 1986, Berlusconi renunciou ao posto em dezembro de 2004, por causa da incompatibilidade com o cargo de Primeiro Ministro da Itália, função que ele não exerce mais.Os fiscais italianos estão investigando um grande esquema de armação de resultados, manipulação de árbitros e apostas ilegais que têm afetado o futebol italiano. Dentre os investigados estão dirigentes do Milan e da Juventus. Berlusconi sempre negou o envolvimento do clube nesses esquemas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.