Sinal de alerta na Portuguesa

O técnico Valdir Espinosa assumiu a Portuguesa no dia 20 de julho, no lugar de Vágner Benazzi, ressaltando em seu discurso a disposição de colocar o time no ataque. Mas, depois de oito jogos, parece que o treinador ainda não se adaptou às dificuldades da equipe. Até agora, sob seu comando, foram apenas 2 vitórias, 1 empate e 5 derrotas, com aproveitamento de 29,1%. Muito pouco para quem sonhava alto.Tal porcentagem assusta ainda mais quando comparada com o lanterna Ipatinga, cujo aproveitamento é de 27%. O sinal de alerta está aceso no Canindé. "Já ficou provado que time grande cai. A maior prova disso foi o Corinthians. Essa situação também já aconteceu com a Portuguesa (em 2002) e não queremos que se repita. Mas, para isso, temos de conquistar as coisas dentro de campo", alerta o treinador, que apesar da derrota para o Vasco (1 a 0), anteontem, gostou da atuação do seu time. "Consegui enxergar uma melhora, mas não vi resultado. Vi um time que jogou bonito, mas não acertou o gol. Acho que estamos no caminho certo e vamos deslanchar em breve", promete Espinosa. Hoje, pela 22.ª rodada do Campeonato Brasileiro, o Fluminense recebe o Sport e o Figueirense enfrenta o Vitória, em Florianópolis. Os dois jogos começam às 18h10.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.