Sistema de cronometragem entra em pane e tempos somem

O acidente de Felipe Massa causou tanta apreensão que até o sistema de cronometragem entrou em pane. O atendimento ao piloto, na área de escape da curva 4, paralisou o treino de classificação do GP da Hungria por 20 minutos. Quando a sessão que definiu as dez primeiras colocações acabou, dez minutos mais tarde, aconteceu algo inédito na F-1: os computadores com os tempos apagaram."A equipe me dizia pelo rádio que não sabia qual tinha sido minha posição", disse Fernando Alonso, da Renault. "Conhecia o meu tempo, mas não o dos outros." Os pilotos deixaram o cockpit e começaram a perguntar uns aos outros seus tempos para saber quem tinha sido o mais rápido. "Quando comecei a ver que o tempo de Sebastian Vettel e Mark Webber eram piores que o meu me entusiasmei", contou Alonso. O espanhol larga, hoje, na pole position da 10ª etapa do campeonato, com a dupla da Red Bull na sequência, Vettel em segundo e Webber, terceiro. "Estou surpreso", afirmou Alonso. Jenson Button ficou no 8º lugar e seu companheiro, Rubinho, no 13º. Nelsinho Piquet, apesar do mesmo carro de Alonso, foi apenas o 15º. L.O.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.