Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE
Reprodução
Reprodução

Site da CBV é hackeado após derrota do Brasil no vôlei

Grupo parabeniza atletas e pedi 'olhos bem abertos' para população brasileira

O Estado do S. Paulo,

12 de agosto de 2012 | 12h02

SÃO PAULO - Minutos após a derrota da seleção masculina em uma histórica virada por 3 sets a 2 para a Rússia, o site oficial da Confederação Brasileira de Vôlei (CBV) foi invadido por um grupo hacker, intitulado de IPiratesGroup & AntiSecBrTeam. Aparentemente, ele apenas deixou uma mensagem na página principal do site.

"Parabéns aos nossos atletas de ouro que apesar do baixo investimento e incentivo, brilham e enaltecem o nome do nosso País por todo o mundo! Todos reclamam sobre o desempenho dos atletas, mas o País deixa o esporte de lado! Educação e esporte caminham lado a lado!", dizia o texto.

Os responsáveis pelo ataque pediram também mais atenção da população às obras que estão sendo feitas para os grandes eventos que ocorrerão no Brasil nos próximos anos."Povo brasileiro: vamos ficar de olhos bem abertos em relação às obras da Copa e Olimpíadas para que isto não vire mais um vexame nacional!"

Pouco tempo depois, o conteúdo do site foi restabelecido.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.