Sob pressão da torcida, Guarani recebe o CRB

O Guarani está em crise na Série B. Não consegue se afastar da zona de rebaixamento e agora entrou em rota de colisão com sua torcida. Hoje, no Brinco de Ouro, os jogadores tentam se reabilitar da derrota por 2 a 0 para o Avaí, em casa, e acalmar um pouco os ânimos dos bugrinos. Sob o lema de "a paciência acabou", imposto pela Fúria Independente, sua maior torcida, o time busca a vitória. Ontem, os torcedores foram ao treino, em Jaguariúna, protestar contra Vadão e Schwanck, Chiquinho, Rodrigo Arroz, André Leone e Bruno Mendes, chamado de "baladeiro."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.