Gary Hershorn/Reuters
Gary Hershorn/Reuters

Sochi promete Jogos de Inverno no 'lugar mais seguro do planeta'

Temendo ameaças terroristas,Rússia desloca efetivo de mais de 50 mil policiais e soldados

Agência Estado

29 de janeiro de 2014 | 16h33

LONDRES - Dmitry Chernyshenko, chefe do comitê organizador dos Jogos Olímpicos de Inverno de 2014, afirmou nesta quarta-feira que a cidade russa de Sochi é ''no momento o mais seguro lugar do planeta'' e prometeu que o forte esquema de segurança armado para a competição, marcada para começar no próximo dia 7 de fevereiro, não irá prejudicar a atmosfera festiva da Olimpíada.

A Rússia está montando um massiva operação de segurança, que contará com um efetivo de mais de 50 mil policiais e soldados, em um reflexo claro das ameaças terroristas que pairam sobre o evento. Possíveis ataques de insurgentes islâmicos da região do Cáucaso do Norte são temidos pelos organizadores, assim como na semana passada surgiu a informação de que agentes de segurança russos estão à procura de três possíveis mulheres-bomba em Sochi.

Em meio a este cenário tenso, Chernyshenko disse que Sochi está "totalmente pronta" e proporcionará Jogos seguros, acolhedores e bem organizados. "Serão históricos", aposta o dirigente.

Na última segunda-feira, o presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI), Thomas Bach, defendeu a escolha da cidade de Sochi como sede da Olimpíada de Inverno de 2014 e garantiu que está "dormindo muito bem", apesar das ameaças terroristas. "Você pode ter certeza de que os russos vão fazer tudo para acolher todo mundo e fazer todo mundo se sentir confortável", destacou.

Tudo o que sabemos sobre:
Jogos Olímpicos de Invernosegurança

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.