Sorsa é o campeão da Semana de Vela

O veleiro "Sorsa/Telemar", de 42 pés, com quatro medalhistas olímpicos, é o campeão da Semana de Vela de Ilhabela na classe IMS, a mais veloz da competição. No sábado, na quinta e última regata, o "Sorsa", dos irmãos Lars e Torben Grael, chegou em primeiro, e encerrou a disputa com 6 pontos perdidos, conquistando a taça Volvo/Semp Toshiba. "Há dois aspectos importantes para destacar na vitória: o excelente trabalho do Torben na tática e o fato de competirmos com apenas oito tripulantes enquanto os barcos desse porte levam 10 tripulantes", destacou Lars Grael. Lars destacou ainda que o "nível técnico mais apurado tornou a disputa mais emocionante. Certamente estaremos de volta no próximo ano". Além dos Grael, integram a flotilha do "Sorsa/Telemar", os velejadores Eduardo Penido (ouro na Olimpíada de Moscou, em 1980) e Clínio de Freitas (bronze na Olimpíada de Seul, em 1988). Lars conquistou duas medalhas de bronze nos Jogos Olímpicos de Seul e Atlanta, em 96 e Torben ganhou ouro em Atlanta, bronze em Seul e Sydney/2000 e ainda prata em Los Angeles, em 84. No ano passado, a equipe Telemar ficou em terceiro na Semana de Vela por causa de problemas de ajustes de vela. Segundo Eduardo Penido, todos os problemas foram corrigidos no estaleiro. Os últimos retoques foram feitos na marina do Iate Clube do Rio de Janeiro. Na regata de sábado, os tripulantes do "Sorsa" ainda foram beneficiados por um incidente com o "Mitsubishi", de Eduardo Souza Ramos, que encalhou na largada, perdendo três minutos. Mesmo assim, Souza Ramos conseguiu chegar em segundo lugar, deixando "Alucinante" em terceiro e o "Telefônica", do comandante Marc Essle, em quarto lugar. Os veleiros chegaram a enfrentar um forte contra-vento sul de 20 a 25 nós durante a competição tipo barla-sota. Para Marc Essle, que venceu com o "Telefônica" a regata de abertura e manteve-se até sábado na liderança da Semana de Vela, o tricampeonato esteve perto. "Fizemos uma média excelente durante as cinco etapas e poderíamos ter ficado com o título", disse Essle. O "Telefônica", com o nome de "Curupira", foi campeão da Semana de Vela em 98 e 2000. Segundo Edgar Rombauer, da D&S Marketing, que organizou a Semana pela primeira vez, o resultado final foi excelente. "Tivemos ótimas regatas do ponto de vista técnico e um recorde de 137 barcos participando da competição. A Semana de Vela do Yacht Clube de Ilhabela provou, mais uma vez, que é o grande evento náutico do Brasil". A Rádio Eldorado, que empresta sua marca para a regata de abertura da Semana de Vela, a Eldorado FM/Alcatrazes, abriu as inscrições, em Ilhabela, para a terceira regata de longo percurso Eldorado/Brasilis que será disputada em janeiro de 2002. Classificação final/classe IMS: 1º) "Sorsa/Telemar", 6 pontos perdidos; 2º) "Telefônica", 9 pp; 3º) "Mitsubishi", 9 pp; 4º) "Caninana", 13 pp. Classe ORC: 1º) "Kawabunga"; RGS (menores de 30 pés): 1º) "Mandinga"; RGS (acima de 30 pés): 1º) "Albatroz" (do Grêmio da Escola Naval). Multicasco: 1º) "Regata" (barco de Alex Welter, Felipe Furquim e Beto Pandiani).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.