Marcos de Paula/Estadão
Marcos de Paula/Estadão

Sorteio dá a Sarah Menezes chave tranquila no Mundial

Brasileira enfrenta uma judoca do Casaquistão na primeira rodada

AE, Agência Estado

25 de agosto de 2013 | 17h34

RIO - Primeira brasileira a lutar no Mundial de Judô do Rio, Sarah Menezes deve ter um caminho tranquilo até a disputa pela medalha, nesta segunda-feira, pela categoria até 48kg. Líder do ranking mundial e campeã olímpica, a brasileira caiu numa chave que tem como rival mais complicada até a semifinal a nona colocada do ranking.

Cabeça de chave no sorteio realizado neste domingo, Sarah vai começar o Mundial de bye. Mas a primeira adversária já é conhecida, Aigul Biakuleva, do Casaquistão. Depois, a brasileira terá que fazer mais duas lutas até chegar à semifinal. A se confirmar os favoritismos, as próximas rivais deverão ser Amelie Rosseneu (Bélgica) e Ebru Sahin (Turquia).

Principal adversária de Sarah na busca pelo ouro, Haruna Asami está do lado oposto da chave e só enfrentaria a brasileira numa eventual final. Na carreira, japonesa só tem cinco derrotas no Circuito Mundial (quatro delas para compatriotas). Além disso, Sarah só venceu uma das últimas 12 lutas que fez contra japonesas.

Outro brasileiro a lutar nesta segunda é Felipe Kitadai, que terá caminho mais difícil. Medalhista de bronze em Londres, ele também foi cabeça de chave no sorteio. Fica de bye na primeira rodada e depois encara quem vencer da luta entre Juan Postigos (Peru) e Won Jin Kim (Coreia do Sul). O coreano, 13º do ranking mundial, é vice-campeão asiático. Se quiser chegar até a semifinal, Felipe Kitadai terá que fazer outras duas lutas. No seu caminho, o brasileiro Sergio Pessoa, que luta pelo Canadá.

Dos 18 brasileiros inscritos nas disputas individuais do Mundial do Rio, quem tem caminho mais tranquilo é Maria Suelen Altheman. Líder do ranking na categoria +78kg, ela só precisa fazer duas lutas para chegar até a semifinal. E a melhor ranqueada é apenas 24ª do mundo.

Confira as lutas de estreia dos brasileiros:

Feminino

48kg: Sarah Menezes x Aigul Baikuleva (CAS)

52kg: Eleudis Valentim x Abi Betsabe Cardozo Madaf (ARG)

52kg: Erika Miranda X Esther Sando (ZAM) ou Birgit Ente (HOL)

57kg: Rafaela Silva x Katinka Szabo (HUN) ou Hana Carmichael (EUA)

57kg: Ketleyn Quadros x Nekoda Smythe Davis (GBR) ou Hedvig Karakas (HUN)

63kg: Katherine Campos x Yennifer Dominguez (GUA)

70kg: Maria Portela x Emilie Sook (DIN)

78kg: Mayra Aguiar x Keivi Pinto (VEN) ou Assunta Galeone (ITA)

+78kg: Maria Suelen x Sonia Asselah (ALG) ou Gulzhan Issanova (CAS)

Masculino:

60kg: Felipe Kitadai x Won Jin Kim (KOR) x Juan Postigo (PER)

66kg: Luiz Revite x Jun-Ho Cho (KOR)

66kg: Charles Chibana x Rasul Abdusharipov (TJK)

73kg: Bruno Mendonça x Felipe Caceres (CHI)

81kg: Victor Penalber x Josateki Naulu (FIJ)

90kg: Eduardo Santos x Joakim Dvarby (SUE)

100kg: Luciano Correa x Michal Horak (RCH)

100kg: Renan Nunes x Dimitri Peters (ALE)

+100kg: Rafael Silva x Marius Paskevicius (LIT)ou Iurii Krakovetskii (QUI)

Tudo o que sabemos sobre:
judôMundial de JudôSarah Menezes

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.