Kirstin Scholtz/ Divulgação
Kirstin Scholtz/ Divulgação

'Sou abençoado por ser filho de surfista', diz Filipinho

Segundo colocado no ranking mundial se espelha no pai para buscar o título inédito em Pipeline

Paulo Favero, O Estado de S. Paulo

05 de dezembro de 2015 | 17h00

Ricardinho Toledo, bicampeão brasileiro de surfe, iniciou o gosto da família pelo esporte. Agora ele vê o filho Filipe dar um salto grande na carreira ao entrar na água no Havaí com grandes chances de título mundial na última etapa. A comparação de gerações é inevitável, mas o garoto de 20 anos já superou o pai em termos de resultados.

“Eu posso dizer que sou abençoado por ser filho de surfista e poder ter visto meu pai competir em alguns campeonatos. É uma família que me apoia e apoia 100% o esporte, então sou muito abençoado”, afirma o garoto, que vive um ótimo momento na temporada, com três vitórias em dez etapas.

A mudança para a Califórnia ajudou o rapaz a crescer consideravelmente sobre a prancha. Se ele já era bom nos aéreos, agora também está mostrando que melhorou em ondas mais pesadas e tubulares. “Essa mudança me tranquilizou mais, me deu mais oportunidades e me ajudou a evoluir como pessoa e como surfista”, conta.

Para a disputa do título em Pipeline, Filipinho estará perto do pai e não pretende mudar a estratégia da temporada. “Tenho de continuar fazendo a mesma coisa, me divertindo, sem me preocupar muito, mas focado no título mundial. Está sendo um ano maravilhoso”, finaliza.

PARA SER CAMPEÃO

- Vencer a etapa

Se ficar em 1º, ele garante a taça independentemente de qualquer outro resultado.

- Se ficar em 2º

- Fanning e Mineirinho não podem vencer a etapa.

- Se ficar em 3º Fanning tem de ser no máximo 3º e Mineirinho não pode vencer.

- Se ficar em 5º Fanning tem de ser no máximo 5º e Mineirinho 3º.

- Se ficar em 9º Fanning tem de ser no máximo 9º, Mineirinho 5º e Medina 2º.

- Se ficar em 13º Fanning tem de ser no máximo 13º, Mineirinho 9º, e Medina e Owen Wright 2º.

Tudo o que sabemos sobre:
Surfe

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.