Splitter: time olímpico foi aprovado

Pela primeira vez no Brasil desde o fim da Olimpíada de Londres, Tiago Splitter afirma ter sentido uma recepção calorosa do público nacional. Mesmo sem ter conseguido ir além das quartas de final nos Jogos, a seleção brasileira masculina de basquete teve o desempenho aprovado pela torcida, na avaliação do pivô do San Antonio Spurs.

O Estado de S.Paulo

15 de setembro de 2012 | 03h03

"Fui muito bem recebido, os torcedores me deram os parabéns mesmo sem a seleção ter conquistado medalha. A Olimpíada é isso, todo mundo assiste", disse o pivô, que já faz prognóstico positivo para 2016. "Estamos em crescimento. E a evolução natural é para um time forte no Rio, para brigar por medalhas."

Splitter foi a estrela do lançamento do NBA3x, torneio de trios que ocorre até amanhã no Parque Villa-Lobos, em São Paulo. O pivô estava em San Antonio, onde treina para o início da temporada da Liga Americana.

Este é o 3.º ano de Splitter na franquia e seu contrato termina ao fim da temporada. Além de buscar mais minutos em quadra, ele celebra a permanência do veterano Tim Duncan na equipe. "Ele é uma peça-chave, me ajuda muito e mostra que é especial também fora de quadra."

O Brasil tem cinco jogadores garantidos na NBA. Além do pivô, jogarão Nenê (Washington Wizards), Anderson Varejão (Cleveland Cavaliers) e os novatos Fab Melo (Boston Celtics) e Scott Machado (Houston Rockets). / AMANDA ROMANELLI

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.