Sport inspira o Santos para jogo no Palestra Itália

O técnico Vágner Mancini tenta repetir proeza dos pernambucanos e arrancar empate

Sanches Filho, O Estadao de S.Paulo

17 de abril de 2009 | 00h00

A tática do Sport para segurar o Palmeiras em pleno Palestra Itália, anteontem, vai servir de inspiração para o Santos no clássico de amanhã à noite. Para confirmar a classificação às finais do Campeonato Paulista, basta um empate para o time do técnico Vágner Mancini. Além de motivar sua equipe, o treinador tem se preocupado em não dar munição ao adversário. Mancini orientou a assessoria de imprensa do clube sobre as entrevistas de jogadores, após o primeiro jogo com o Palmeiras. Tudo para evitar o velho expediente usado pelo técnico palmeirense Vanderlei Luxemburgo, que costuma usar declarações dos rivais como tema de suas preleções. Dos titulares importantes, apenas o experiente Fábio Costa, que tem facilidade para se expressar e se sair bem diante de perguntas difíceis, deu entrevista durante a semana. O menino Neymar, o artilheiro Kléber Pereira, os zagueiros Fabão e Fabiano Eller e até o orador do grupo, Roberto Brum, nem passaram perto da sala de entrevistas do CT Rei Pelé."Luxemburgo, na margem do campo, às vezes amedronta", reconhece o goleiro Fábio Costa, destaque santista no primeiro jogo da Vila Belmiro.Enquanto os outros três clubes envolvidos nas semifinais do Estadual tiveram partidas no meio de semana, o Santos aproveitou para intensificar os treinamentos. Em treinos secretos, Mancini ensaiou várias situações de jogo, com base no que ocorreu no sábado passado, na Vila. "Vamos chegar para decidir a vaga com todos os jogadores bem treinados", avisa Fábio Costa. "Na verdade, não muda muita coisa em relação ao jogo passado. De diferente mesmo, só que vamos tomar mais cuidado", acrescenta o capitão santista.Ainda sem condições de atuar, o lateral-esquerdo Léo voltou aos treinamentos ontem. O jogador se recupera de uma lesão no ligamento cruzado posterior do joelho direito, no clássico contra o São Paulo, há um mês e meio. Na segunda-feira, o lateral vai passar por nova avaliação médica.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.