Sport, tenso, aposta na força da torcida

A cidade do Recife vive um clima de apreensão. Restando seis rodadas para o término do Campeonato Brasileiro, os pernambucanos estão vendo os dois representantes do Estado, Náutico e Sport, em situação delicada: Empatados com 43 pontos - ao lado de Atlético-MG e Vasco -, as duas equipes convivem com o fantasma do rebaixamento. Desespero que só não é pior porque três das quatro vagas para a Segunda Divisão em 2008 já parecem ter dono (América, Juventude e Paraná).No entanto, enquanto torcedores do Náutico estão animados com a arrancada que o time deu no returno e nem esquentam tanto a cabeça com o rebaixamento, do outro lado, a luz de alerta acendeu para os fanáticos pelo Sport. Afinal, depois de passar boa parte da disputa na zona de classificação para a Copa Sul-Americana, o rubro-negro despencou para o 15º lugar.O suficiente para torcedores pegarem no pé da diretoria, que, depois de ver o time indo bem no campeonato, resolveu negociar alguns jogadores pensando que o desempenho da equipe fosse seguir inalterado - se desfez dos meias Vitor Júnior e Fumagalli e dos atacantes Washington, Weldon e Luciano Henrique. Mero engano. Os rubro-negros já fazem até contas para saber o que é preciso para seguir na elite do futebol no ano que vem.E vencer dentro de casa faz parte dessa matemática. Por isso, a Ilha do Retiro estará lotada na partida de amanhã, às 16 horas, contra o líder São Paulo. Desde ontem a sede do clube ficou mais movimentada. Os 32.500 ingressos devem sumir das bilheterias até a hora da decisão."O torcedor tem de nos apoiar do começo ao fim. A força e a confiança deles precisam ser passadas para os jogadores dentro de campo", discursa o técnico Geninho. "Vai ser um jogo duro e com certeza nós iremos ter dificuldades. É ai que o torcedor entra, ele tem que nos ajudar muito, pois vamos precisar", avalia Geninho.

Alfredo Luiz Filho, RECIFE, O Estadao de S.Paulo

27 de outubro de 2007 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.