Washington Alves / Reuters
Washington Alves / Reuters

STJD aumenta pena por agressão e Sassá fica de fora do Cruzeiro por mais 3 jogos

Órgão aumentou de seis para oito jogos a punição ao atacante por ter dado um soco no lateral-direito Mayke, do Palmeiras

O Estado de S.Paulo

01 Novembro 2018 | 20h46

O atacante Sassá continuará de fora do Cruzeiro por um bom tempo nesta reta final de temporada. Nesta quinta-feira, em julgamento no Pleno do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), no Rio de Janeiro, o órgão aumentou de seis para oito jogos de suspensão a pena do jogador pela agressão no lateral-direito Mayke, do Palmeiras. A confusão entre os dois aconteceu após o apito final do jogo de volta da semifinal da Copa do Brasil, disputado em 26 de setembro, no estádio do Mineirão, em Belo Horizonte.

A briga, com direito a socos dos dois lados, ocorreu em um entrevero de vários jogadores dos dois times após o empate por 1 a 1 que classificou o Cruzeiro à final da Copa do Brasil. Imagens da transmissão na televisão mostraram o soco que Sassá acertou no rosto do lateral-direito do Palmeiras.

O primeiro julgamento dos fatos no STJD aconteceu em 11 de outubro, quando Sassá foi punido com seis jogos de suspensão. Nesta quinta-feira, o Pleno do tribunal reavaliou o caso e decidiu pelo acréscimo de duas partidas. Como Sassá já cumpriu cinco, tem agora mais três pela frente.

O atacante terá de ficar de fora das partidas contra América-MG (neste domingo, em Belo Horizonte), Atlético-PR (no próximo dia 10, em Curitiba) e Corinthians (no dia 14, novamente na capital mineira). Seu retorno aos gramados deverá acontecer apenas contra o São Paulo, no dia 18, no estádio do Morumbi, na capital paulista.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.