Stoner disse que ficou chocado com saída da Kawasaki

O piloto australiano Casey Stoner, campeão da MotoGP em 2007 e vice no ano passado, contou nesta terça-feira que ficou chocado ao saber que a Kawasaki estava deixando a categoria por causa da crise financeira internacional."Eu realmente não esperava, confesso que fiquei chocado com a notícia. Tenho saudades do tempo em que tínhamos até 30 motos no grid", afirmou Stoner, durante evento da Ducati na Itália. Sem a Kawasaki, o grid da MotoGP deve ter apenas 17 pilotos em 2009. Um dos atingidos foi seu ex-companheiro Marco Melandri, que havia trocado a Ducati pela Kawasaki e agora está à procura de equipe.Mesmo assim, Stoner acha que a categoria não deve entrar em pânico, tampouco pensar numa redução dos salários dos pilotos. "Não sou eu que preciso de um corte, embora eu não esteja no esporte apenas por causa de dinheiro", contou o piloto.Submetido a uma cirurgia no pulso esquerdo no fim do ano, Stoner garantiu que estará recuperado a temporada para o início da temporada, no dia 12 de abril, com o GP do Catar. "Está tudo indo bem, só tenho de descansar até o mês que vem."A seu lado, Stoner terá em 2009 outro ex-campeão mundial, o norte-americano Nicky Hayden, vencedor em 2006, que deixou a Honda após duas temporadas muito ruins. Ele também não teme que os efeitos da crise sejam sentidos com ainda mais força pela motovelocidade. "Nosso esporte é forte e tem boas pessoas no comando. Vamos fazer alguns ajustes neste ano para ficar ainda mais fortes", apostou Hayden.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.