AFP
AFP

Etiene fica fora da final dos 50m livre e sueca do Pinheiros ganha 2º ouro

Brasileira mostrou cansaço após 4 medalhas no Pan

Estadão Conteúdo

08 Agosto 2015 | 13h01

Na semifinal dos 50m livre feminino, no Mundial de Esportes Aquáticos, em Kazan, brasileira Etiene Medeiros foi a mais lenta entre todas as 16 atletas, com 25s03, a única que não nadou na casa de 24 segundos. Prata nos 50m costas, a nadadora do Sesi-SP sequer repetiu o resultado da manhã: 24s97. Precisava de 24s51, quatro centésimos a menos do que o tempo que lhe deu a prata em Toronto.

Etiene mostrou cansaço depois de ganhar quatro medalhas no Pan (incluindo o ouro nos 100m costas) e de faturar uma prata inédita para a natação feminina do Brasil nos 50m costas em Kazan. Ela ainda tem que poupar energias para o revezamento 4x100m medley. As eliminatórias serão no domingo pela manhã e o Brasil tem que ser Top 12 para se garantir na Olimpíada.

Enquanto isso, ninguém vai chegar à piscina do Pinheiros, na semana que vem, em tão boa fase quanto Sarah Sjöström. Contratada pelo clube paulistano para participar do Troféu José Finkel, a sueca se tornou a primeira mulher a vencer tanto os 50m quanto os 100m borboleta em um Campeonato Mundial de Natação ao ganhar o ouro na prova mais longa, neste sábado, em Kazan (Rússia).

Isso porque os 50m borboleta é considerada uma prova para velocistas, usualmente vencida por especialistas nas provas de 50m livre. Mas Sjöström é um fenômeno, que bateu duas vezes o recorde mundial dos 100m borboleta em Kazan. Na prova mais curta, não superou seu próprio recorde (24s43), mas fez a melhor marca da história do Mundial: 24s96.

Precisava poupar energia para, menos de uma hora depois, participar da semifinal dos 50m livre. A sueca conseguiu voltar a nadar bem e fez o terceiro melhor tempo: 24s31, avançando a uma final que promete, com as irmãs australianas Bronte e Cate Campbell e a holandesa Ranomi Kromowidjojo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.