Clemens Bilan/EFE
Clemens Bilan/EFE

Sueco de 18 anos alcança marca de 6,05m, desbanca Lavillenie e é campeão europeu

Armand Duplantis leva medalha de ouro ao saltar 6,05 metros em Berlim

Estadão Conteúdo

12 Agosto 2018 | 22h01

O brasileiro Thiago Braz tem mais um forte concorrente na luta pelo bi olímpico na prova do salto com vara nos Jogos de Tóquio, em 2020. Neste domingo, com apenas 18 anos, o sueco Armand Duplantis se tornou o quarto atleta da história a alcançar a marca de 6,05 metros. Com o melhor salto da temporada, conquistou a medalha de ouro no Campeonato Europeu de atletismo, disputado em Berlim.

Em um duelo com muita emoção contra o russo Timur Morgunov e o francês Renaud Lavillenie - recordista mundial da prova com 6,16 metros, mas no indoor -, Armand Duplantis, a partir de 5,85 metros, conseguiu completar os seus saltos sempre na primeira tentativa, colocando muita pressão sobre os rivais. Morgunov saltou 6,00 metros e errou as suas três tentativas para 6,05 metros, terminando com a medalha de prata.

Já Renaud Lavillenie sofreu para ficar com o bronze. Depois de errar duas tentativas para 5,80 metros, ele arriscou os 5,85 metros tendo apenas uma oportunidade e conseguiu passar. O francês ainda saltou 5,95 metros logo na primeira chance. No entanto, errou uma para 6,00 metros e suas duas últimas para 6,05 metros.

A marca alcançada por Armand Duplantis, que completará 19 anos em novembro, é recorde mundial sub-20. Além disso, ele se juntou a Renaud Lavillenie, o ucraniano Sergei Bubka, o russo Maksim Tarasov e o australiano Dmitri Markov como únicos a saltarem pelo menos 6,05 metros.

Nos Jogos Olímpicos do Rio-2016, Thiago Braz conquistou a medalha de ouro ao saltar 6,03 metros em uma disputa emocionante contra Renaud Lavillenie no estádio do Engenhão.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.