Sul-coreano Choi, campeão mundial de boxe, morre após luta

O boxeador sul-coreano Choi Yo-sam, quesofreu uma hemorragia cerebral durante decisão do títulomundial na semana passada, morreu nesta quinta-feira após odesligamento dos aparelhos que o mantinham vivo, informou umfuncionário do hospital. "Os órgãos de Choi, incluindo seu coração, foram doados aseis pessoas", disse o porta-voz do Centro Médico Asan,hospital de Seul onde o lutador estava internado desde queentrou em coma após a luta em 25 de dezembro. Choi, de 33 anos, manteve o título mundial da categoriamosca da Organização Mundial de Boxe (OMB) ao derrotar HeriAmol por decisão unânime dos juizes, mas o desafiante indonésiodominou o 12o round e mandou Choi à lona com um direto noqueixo. Choi manteve-se de pé, mas desmaiou pouco após a luta e foiretirado do ginásio de maca. Ele teve a morte cerebraldeclarada na quarta-feira. A morte de Choi relembra a decisão do título mundial dospesos leve de 1982, em Las Vegas, entre o norte-americano Ray"Boom Boom" Mancini e o sul-coreano Kim Duk-koo, que morreudevido aos ferimentos sofridos na luta. (Reportagem de Mee Hyoe Koo)

REUTERS

03 de janeiro de 2008 | 10h04

Tudo o que sabemos sobre:
BOXECHOIMORRE

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.