Superados mais seis recordes no Mundial de Natação

Caem os marcas dos 50 m costas e 100 borboleta do feminino e dos 100 medley e dos 200 costas do masculino

EFE

13 de abril de 2008 | 13h07

A croata Sanja Jovanovic bateu neste domingo o recorde mundial de 50 metros costas feminino durante a final do Mundial em Piscina Curta, em Manchester, e ficou com a medalha de ouro com a marca de 26s37, uma melhora em 13 centésimos de segundo do recorde anterior, também batido por ela em 15 de dezembro de 2007, em Debrecen, na Hungria. A prata foi para a chinesa Chang Gao (26s70), e o bronze, para a ucraniana Kateryna Zubkova (26s81).  O nadador austríaco Markus Rogan bateu o recorde mundial da prova de 200 metros costas. Ele nadou a distância em 1min47s84, cerca de um segundo mais veloz do que o antigo recorde de 1min49s05, pertecente ao americano Ryan Lochte desde 9 de abril de 2006.  O austríaco conquistou a medalha de ouro nos 200m costas à frente do próprio Lochte, que teve marca de 1min47s91, e do russo Stanislav Donets, que fez o tempo de 1min50s45.  Lochte não decepcionou e bateu o recorde mundial dos 100 metros medley. Ele diminuiu seu próprio recorde anterios, de 51s25, vigente desde 12 de abril.  A australiana Felicity Galvez bateu o recorde mundial na prova dos 100 metros borboleta. A melhor marca anterior era da australiana Lisbeth Lenton, com 55s95, desde 27 de agosto de 2006 em Hobarth, na Austrália.A equipe da Rússia bateu o recorde mundial do 4x100 metros medley na final da modalidade. O quarteto marcou o tempo em 3min24s29 e superou a marca de 3min25s09 que a equipe americana havia estabelecido em 11 de outubro de 2004.  A nadadora holandesa Marleen Veldhuis venceu a prova dos 50 metros livre, com o tempo de 23s25, marcando um novo recorde mundial para a prova. A marca anterior também era de Veldhuis, que fez o tempo de 23s58 em Berlim no dia 17 de novembro de 2007.  A também holandesa Hinkelien Schreuder levou a medalha de prata, com o tempo de 23s83, seguida da inglesa Francesca Halsall, que marcou 24s11.  Atualizada às 15h38

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.