Surfe: campeão cai logo na estréia

Acabou o sonho do carioca Leonardo Neves de conquistar o tricampeonato brasileiro de surfe de forma consecutiva.Campeão em 2002 e 2003, Neves foi eliminado logo na estréia noSuperSurf 2004, nesta sexta-feira, na praia de Itaúna, em Saquarema (RJ), e deixou a briga, agora restrita aos paulistas Renato Galvão e Odirlei Coutinho,ambos de Ubatuba. Depois de nove anos, o título voltará a São Paulo -Ricardo Toledo foi o último surfista do Estado a triunfar, em 1995.O bicampeão precisava torcer para que o atual líder do rankingbrasileiro, Renato Galvão, não vencesse a bateria contra o catarinenseJohn Júnior. Mas Galvão levou a melhor, por 11,5 pontos a 7, e avançouàs oitavas-de-final, que serão disputadas neste sábado.O paulista de 22 anos festejou a classificação, mas esperava mais."Estou satisfeito por ter vencido a bateria, mas não consegui surfartão bem", disse. "Não estava tão solto quanto nos treinos. Às vezes,isso acontece." Galvão também apontou dificuldades técnicas paradesenvolver as manobras. "O mar estava bem difícil, peguei apenas umaonda boa".A derrota para o catarinense Diego Rosa, por 10,97 pontos a 10completou o dia infeliz de Leonardo Neves. Galvão se animou com aeliminação do adversário, mas ainda precisa brigar para ser campeão emSaquarema. "Além da chance de conquistar o título nacional, éimportante vencer esta etapa", avaliou.Mais uma vez, o mau tempo atrapalhou a programação na praia de Itaúna. As disputas foram interrompidas logo após a 12ª bateria, em razão dosfortes ventos sudoeste e da maré alta. Quatro confrontos ficaram paraeste sábado - um deles, entre Odirlei Coutinho, que ainda tem chances de sercampeão brasileiro, contra o carioca Simão Romão.FEMININO - Também ficou para este sábado a decisão do título femininino do SuperSurf 2003, entre a cearense Silvana Lima e a paulista Suelen Naraisa. Silvana lidera o ranking nacional com 3.360 pontos, e torce contra Naraisa, segunda colocada, com 3.310. Mas quem for eliminadaprimeiro, dará o título para a rival.Silvana entrará no mar primeiro, contra a paulista Cláudia Gonçalves eas potiguares Alcione Silva e Viviane Maria. Mais tarde, será a vez deNaraisa tentar a sorte, diante da carioca Alessandra Vieira, daparanaense Michaela Fragonese e da catarinense Marina Werneck.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.