Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Surfe: paulista vence na última onda

Foi na última onda do campeonato que Pablo Paulino, de 17 anos, ganhou o Billabong Pro Junior e está praticamente garantido no Mundial da categoria no ano que vem. O surfista estava atrás de Adriano de Souza, o Mineirinho, também de 17, precisando de uma nota 7,2 quando, faltando menos de 20 segundos para o final, o paulista radicado no Rio e formado no Ceará conseguiu um aéreo, uma das manobras mais difíceis do surfe (o atleta leva a prancha para o ar e volta para a água) conseguiu nota 8,23. No total, Paulino ficou com 17,30 e Mineirinho, com 16,20.A vitória foi bastante comemorada por seus companheiros, que o tiraram carregado do mar. "Eu acredito sempre até a última onda", disse Paulino após a vitória. Com o resultado, o surfista espera obter mais apoio de patrocínio, uma vez que hoje tem alguns apoios e mora na casa do surfista, na Praia do Recreio dos Bandeirantes, no Rio. Paulino diz que sempre que pode tenta manobras arriscadas. "Meu objetivo é sempre buscar a radicalidade." Mineirinho não mostrou decepção com o resultado. "Era o dia do cara.Ele (Paulino) conseguiu na última onda e, apesar do resultado, estou particulamente feliz com meu desempenho porque competi bem", disse o atual campeão mundial júnior, que vai defender o título no ano que vem.Outro destaque do dia foi o carioca radicado em Saquarema Eduardo Rolins. O surfista se destacou nas semifinais, quando conseguiu uma nota dez com um tubo e fez um duelo particular com Mineirinho, do qual saiu em vantagem.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.