Surfe: torneio opõe veterano e novato

Encontro entre juventude e experiência, rivalidade, revanche, tempo instável e reviravoltas nas últimas ondas. Todos esses ingredientes fizeram parte da acirrada final do Rip Curl Guarujá Pro,disputado na Praia do tombo, no Guarujá e válido pelo Brasil Tour, aSegunda Divisão do surfe brasileiro. No confronto particular entre o experiente Fábio Gouveia, de 35 anos - o maior surfista brasileiro na história - e a revelação Adriano de Souza, o Mineirinho. - apontado como a maior promessa do País no esporte - melhor para o primeiro, que ganhou na casa do adversário, devolvendo a derrota sofrida na primeira etapa do Campeonato, na Praia de Itamambuca.No pódio, a troca de elogios foi mútua e o banho de champanhe foisubstituído por um de cerveja, deixando o ambiente descontraído. "Fábioé meu ídolo", disse o paulista Mineirinho. "Não quis estragar a festa(Mineirinho é "local" do Tombo). Mas este garoto ainda vai trazermuitas vitórias para vocês", disse o paraibano Gouveia para a torcida.Antes disso, porém, na beira do mar logo após a bateria na qual DungaNeto ficou em terceiro lugar e Beto Fernandes em quarto, o clima erabem menos amistoso. Gouveia afirma que seu adversário tentouintimidá-lo durante a disputa. "Particularmente não gosto. Em certomomento ele ficou me marcando e brinquei: ´Quer namorar comigo? Saifora´" disse o surfista, que pretende disputar o WQS no ano que vem evoltar ao WCT em 2006. Mineirinho, que tinha uma grande expectativa de vencer em casa diante da torcida, saiu visivelmente contrariado com as notas que recebeu. "Não sei. Acho que mais importante é a primeira manobra na onda, mas deixa para lá."Na disputa, que teve a final atrasada pelos fortes ventos na Praia doTombo que prejudicavam as ondas de 1 metro, Mineirinho vencia a bateriacom uma onda nota 8,27 faltando dois minutos para o final. Mas Gouveiaconseguiu pegar uma boa onda e a nota 8,33. "Fiquei esperando a ondaboa, mas ela não chegava. Felizmente veio no final e deu tudo certo",disse Gouveia, que no final somou 15,33 pontos contra 14, 74 deMineirinho.Se a etapa do Brasil Tour prevista para dezembro não for confirmada,Mineirinho com 2.530 pontos, será o campeão da temporada com Gouveia2.220, no vice-campeonato. Caso contrário, o próximo confronto podereservar o tira-teima entre os dois surfistas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.