Surfista realiza sonho de deficiente físico e é eliminado de etapa

Cena aconteceu em Mar del Plata, no Circuito Argentino de Surfe

O Estado de S. Paulo

20 de maio de 2015 | 08h36

Na primeira etapa do Circuito Argentino de Surfe, em Mar del Plata, uma atitude protagonizada por Martin Passeri, pentacampeão nacional, comoveu o mundo do esporte. Quando estava prestes a iniciar sua bateria, o surfista deu uma lição de compaixão, mesmo que isso tenha custado sua vaga na disputa.

Nicolas Gallegos, de 38 anos, observava a competição da praia. Gallegos ficou paraplégico em um acidente há 20 anos e seu sonho era se tornar surfista profissional, assim como Passeri. Quando ficou sabendo da história, o surfista argentino não pensou duas vezes e ajudou o amigo a realizar o desejo de correr em um campeonato oficial.

Martin Passeri fez questão de conseguir uma prancha maior e, com Gallegos agarrado a seu pescoço, pegou uma onda válida por sua própria bateria. Por conta do gesto, Passeri foi eliminado da etapa, mas, mesmo assim, garantiu: 'Esta foi a melhor onda e maior vitória da minha vida'.

CONFIRA O VÍDEO PRODUZIDO PELA ORGANIZAÇÃO

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

  • Daniel Alves: o garoto de Juazeiro que ganhou o mundo e espera brilhar no São Paulo
  • Sem Messi, seleção argentina é convocada para amistosos contra Chile e México
  • Coutinho ganha a camisa 10 e celebra empréstimo ao Bayern: 'Estou muito motivado'
  • Podcast: personalidades do esporte analisam a situação do futebol no Brasil

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.