Hugo Silva/Divulgação
Hugo Silva/Divulgação

Surfistas encaram ondas gigantes em Nazaré no domingo

Carlos Burle explica que sessão teve 40 pés e que aproveitou para testar novas pranchas e conhecer ainda mais o local

PAULO FAVERO, O Estado de S. Paulo

01 Novembro 2015 | 18h15

Com ondas acima de 12 metros, a melhor sessão de surfe da temporada ocorreu neste domingo na praia do Norte, em Nazaré, no litoral de Portugal. Estavam presentes os brasileiros Carlos Burle, Pedro Scooby, Maya Gabeira, Alemão de Maresias, o norte-americano Garrett McNamara, o britânico Andrew Cotton, o alemão Sebastian Steudtner, além de Hugo Vau, João de Macedo e Rafael Tapia.

"Foi super legal. Foi um dia de treino forte, o mar cresceu, ficou uns 40 pés de face, bem servido, com umas ondas grandes, volumosas, o problema é que o vento estava muito forte e as pranchas pulavam bastante, e isso dificultou o surfe da gente. Não foi fácil", explica Burle, renomado surfista de ondas grandes.

Ele conta que o momento foi importante para testar os equipamentos. "Apesar das dificuldades, é isso que a gente procura para evoluir. Deu para experimentar algumas pranchas diferentes, acabei trocando de equipamento entre uma caída e outra, e me adaptei mais a uma prancha nova que estou usando agora, uma Gerry Lopez, muito boa, gostei dela bastante, porque é um equipamento sólido", diz.

O grupo vai continuar em Nazaré em busca de uma ondulação ainda maior e está aproveitando o tempo para treinar em um dos locais mais temidos pelos surfistas, pois Nazaré possibilita ondas superiores a 30 metros. "É uma onda excelente para quem gosta de ondas grandes treinar e evoluir, porque cria uma relação muito próxima e intensa com esse ambiente que a gente vive praticando", conclui Burle.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.