Iván Franco/EFE
Iván Franco/EFE

Tabárez critica Recife e planeja volta em cima da hora

Delegação uruguaia criticou muito as condições oferecidas na capital pernambucana

RAPHAEL RAMOS, Agência Estado

15 de junho de 2013 | 21h12

RECIFE - O técnico da seleção do Uruguai, Oscar Tabárez, revelou neste sábado que estuda a possibilidade de só voltar para Recife na hora do jogo contra o Taiti, no domingo da próxima semana, pela última rodada da fase de grupos da Copa das Confederações. O treinador não está nada satisfeito com o que encontrou na capital de Pernambuco durante a preparação para o jogo contra a Espanha, neste domingo.

"Podemos considerar essa hipótese de acordo com o que aconteceu aqui nos últimos dias. Se for possível chegar em cima do jogo é algo que não pretendemos descartar", disse Tabárez, neste sábado, em entrevista coletiva. Depois de pegar a Espanha, o Uruguai vai à Bahia para enfrentar a Nigéria em Salvador, na quarta.

Neste sábado, Tabárez decidiu que descumpriria as regras da Fifa e não levaria seu time treinar na Arena Pernambuco por causa do horário determinado para isso: 19h00. Treinou pela manhã no CT do Sport e só foi à Arena, em São Lourenço da Mata (PE), para conceder a entrevista coletiva obrigatória.

"Tomei essa decisão baseado na minha experiência esportiva. Se viéssemos treinar aqui no estádio os jogadores iriam jantar às 11h da noite em uma véspera de jogo. Estou aqui para defender os interesses da minha equipe. Não foi um ato de rebeldia", garantiu o técnico do Uruguai.

A seleção sul-americana enfrentou um monte de problemas em Recife, com CT''s mal-localizados e dificuldades de transporte "Entendo que a organização de um campeonato desse porte envolve várias coisas, mas espero que isso seja solucionado para a Copa do Mundo de 2014", disse ele.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.