FIVB/Divulgação
FIVB/Divulgação

Talita/Larissa e Ágatha/Bárbara avançam na Polônia

Duplas brigam por vaga na Olimpíada do Rio, em 2016

Estadão Conteúdo

27 Agosto 2015 | 13h37

Larissa e Talita estão cada vez mais perto de serem confirmadas como uma das duas duplas brasileiras no vôlei de praia dos Jogos Olímpicos do Rio. Em grande fase, elas venceram o terceiro confronto da fase de grupos do Grand Slam de Olsztyn (Polônia), pelo Circuito Mundial de Vôlei de Praia, nesta quinta-feira, e avançaram invictas às oitavas de final. Rivais delas na corrida olímpica brasileira, Agatha e Bárbara Seixas também passaram de fase sem perder.

Em confronto de duas duplas invictas no Grupo A, Larissa/Talita fez 2 sets a 0 em Ukolova/Birlova, da Rússia, com parciais de 21/18 e 21/13. Depois, pelo Grupo B, Ágatha/Bárbara também passou em sets diretos por Wang/Yue, da China, com 21/16 e 21/13 nas parciais.

Larissa e Talita só disputaram seis dos sete eventos válidos para a corrida olímpica brasileira até aqui. Por isso, não têm descartes. Ainda que sejam eliminadas nas oitavas de final, vão somar 360 pontos e chegar a 4.400. Ágatha/Bárbara Seixas tem 3.920 e, em Olsztyn e no Open do Rio, precisam de pelo menos duas medalhas de bronze ou uma prata e um quinto lugar.

As demais duplas brasileiras já estão matematicamente fora da briga. Juliana e Maria Elisa, que ainda podem ficar em segundo na corrida (e serem convocadas pelos critérios técnicos), ganharam das alemãs Holtwick/Semmler, por 2 a 0 (21/19 e 21/16) e se classificaram para a repescagem. Ali, enfrentam Kessy/Day (EUA) e, se vencerem, entram no caminho de Larissa/Talita.

Maria Clara/Carol venceu Trybula/Kloda, da Polônia, alcançou a primeira vitória na fase de grupos, e também avançou à repescagem, para pegar Liliana/Baquerizo, da Espanha. Quem vencer joga contra Ágatha/Bárbara.

Já Fernanda Lima/Taiana, dupla vice-campeã mundial, ganhou de Menegatti/Orsi Toth, da Itália e, com duas vitórias, também está na repescagem. As brasileiras atuam diante de Zumkehr/Heidrich, da Suíça. Os jogos da repescagem, das oitavas e das quartas de final serão realizados na sexta-feira. Semifinal e final serão no domingo.

MASCULINO

Entre os homens, a chave principal começou a ser disputada nesta quinta-feira. Alison e Bruno Schmidt, que também podem sair de Olsztyn com os passaportes carimbados para a Olimpíada, abriram a competição com duas vitórias. Eles sofreram contra Winter/Petutschnig, da Áustria, por 2 a 1 (21/17, 28/30 e 15/9), e depois contaram com lesão dos rivais para vencer Hyden/Bourne, dos EUA, por W.O.

As outras duas duplas brasileiras tiveram dia irregular. Evandro/Pedro Solberg abriu a competição com derrota para Beeler/Strasser, da Suíça, por 2 a 1 (21/19, 20/22 e 15/13), mas se recuperou vencendo Ranghieri/Carambula, da Itália, também em três sets (21/17, 16/21 e 15/8).

Já Ricardo e Emanuel, que precisam do título em Olsztyn para ainda sonhar com a Olimpíada, venceram os americanos Rosenthal/Brunner, dos EUA, por 2 a 0 (21/17 e 23/21), mas depois perderam dos locais Losiak/Kantor, por 2 a 1 (19/21, 21/10 e 16/14). Na sexta será disputada a terceira rodada.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.