Tatiana Weston-Webb/Arquivo pessoal
Tatiana Weston-Webb/Arquivo pessoal

Tatiana Weston-Webb anuncia casamento e espera ano 'muito especial' com Olimpíada

Surfista brasileira aceita o pedido de Jessé Mendes em um cenário paradisíaco no Havaí

Redação, O Estado de S.Paulo

21 de fevereiro de 2020 | 18h12

Tatiana Weston-Webb, a primeira surfista brasileira a se classificar para os Jogos de Tóquio, vive um ano cheio de emoções. Além de representar a bandeira do seu País na Olimpíada, agora ela planeja o próprio casamento após ser surpreendida com um pedido feito pelo também surfista Jessé Mendes e dizer sim.

Os dois estão no Havaí e Jessé achou que o cenário paradisíaco seria ideal para pedir a namorada em casamento. Assim como manda o figurino, ele se ajoelhou e entregou uma aliança para Tati. "Foi uma surpresa. Eu tinha a sensação de que algo estava acontecendo, mas não tinha certeza o que era. Estava um final de tarde lindo e só nos acampando com três amigos. Quando ele pediu, eu fiquei chocada e extremamente feliz", contou a surfista.

O pedido foi feito na Praia de Polihale, na ilha havaiana de Kauai, onde a atleta cresceu - ela nasceu em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul. Foi justamente neste local que o surfista inglês Doug Weston-Webb e a ex-bodyboarder gaúcha Tanira Guimarães, pais de Tatiana, se casaram.

A data do matrimônio ainda não foi definida e Tatiana diz que o seu objetivo é se preparar para garantir uma medalha nos Jogos de Tóquio. "O foco é a Olimpíada, e também tem a disputa do título mundial. Mas uma medalha de ouro olímpica não tem comparação e esse será o grande objetivo da temporada. Quero chegar pronta para disputar o ouro", afirma Tati.

Ela e Jessé, que também é um surfista de elite e disputou o Circuito Mundial no ano passado, namoram desde 2014. Ao que tudo indica, o casamento ficará para depois da estreia do surfe no programa olímpico. "Tem muita preparação pela frente, muitas etapas. Estou muito feliz e quero agora também ir em busca dos meus objetivos. 2020 será um ano muito especial", concluiu a surfista.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.