Divulgação/WSL
Divulgação/WSL

Tatiana Weston-Webb vence etapa de Jeffreys Bay do Circuito Mundial de Surfe; Italo cai nas quartas

Brasileira supera a australiana Tyler Wright por 17,50 a 15,67 nesta sexta-feira e é campeã na África do Sul

Redação, Estadão Conteúo

15 de julho de 2022 | 09h25

A surfista brasileira Tatiana Weston-Webb conquistou a etapa de Jeffreys Bay do Circuito Mundial de surfe, nesta sexta-feira, na África do Sul. Na final, a atleta olímpica superou a australiana Tyler Wright por 17,50 a 15,67. Na disputa masculina, Italo Ferreira foi eliminado nas quartas de final na tradicional etapa sul-africana.

Na bateria decisiva, Tati abriu vantagem logo no início com boas ondas. Suas notas foram 8,50 e 9,00, a maior nota da disputa feminina em Jeffreys Bay. Tyler tentou reagir, mas obteve 8,17 e 7,50, sem conseguir descontar a pontuação da surfista brasileira, que acabou ficando com o título e festejou bastante.

Com o troféu, Tati soma títulos em duas etapas na temporada 2022, algo que alcançou pela primeira vez na carreira. Somente ela tem dois troféus neste ano. O novo triunfo levou a brasileira para a terceira colocação do ranking, com 42,610. A liderança pertence à havaiana Carissa Moore, com 52,925. A francesa Johanne Defay ocupa o segundo lugar, com 47,610. "Terceiro lugar é um grande feito. Eu estou muito feliz e muito feliz de poder ser uma surfista profissional."

Tati, portanto, está entre as cinco melhores da temporada, dentro da zona de classificação para a grande final do campeonato, a ser disputada em Trestles, na Califórnia, nos Estados Unidos, entre os dias 8 e 16 de setembro. "Levei muita onda na cabeça, mas valeu a pena. Eu queria agradecer o apoio de todo mundo. Eu estou muito feliz!", disse.

Italo Ferreira é eliminado nas quartas de final em Jeffreys Bay

O Brasil ficou fora da final em Jeffreys Bay no masculino. O surfista que foi mais longe foi Yago Dora, que caiu na semifinal. Ele foi derrotado pelo australiano Ethan Ewing por 17,04 a 16,87. Nas quartas, foram eliminados Italo Ferreira e Samuel Pupo. O campeão olímpico foi derrotado de virada pelo japonês Kanoa Igarashi por um apertado placar de 15,43 a 15,00. O triunfo teve sabor de vingança para o surfista do Japão, que havia enfrentado o brasileiro na final olímpica em Tóquio, no ano passado - o brasileiro conquistara a medalha de ouro.

Samuel Pupo perdeu para o australiano Jack Robinson por 12,83 a 7,83, enquanto Yago Dora bateu o também australiano Connor O'Leary por 15,00 a 10,83. Na outra bateria das quartas de final, Ethan Ewing, outro representante da Austrália na disputa, eliminou o local Jordy Smith por 11,50 a 7,03. A final foi totalmente australiana, entre Robinson e Ewing, que venceu logo em sua primeira final no Circuito Mundial. Numa disputa equilibrada do começo ao fim, Ewing venceu pelo placar de 16,80 a 16,30.

A próxima etapa do Circuito Mundial será disputada no Taiti, nas poderosas ondas da praia de Teahupo'o, entre os dias 11 e 21 de agosto. Será a última etapa antes de Trestles. Portanto, será a última oportunidade para os surfistas tentarem a vaga na grande final do campeonato.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.