Técnico australiano aprova veto da Fina a maiôs

O técnico da seleção australiana de natação, Alan Thompson, ficou satisfeito com o veto feito pela Federação Internacional de Natação (Fina) a alguns dos maiôs utilizados nas últimas quebras de recordes mundiais. "Eu já havia dito que, quando um atleta vai bem, queremos ver as pessoas falando sobre o nadador, e não o maiô", afirmou o treinador nesta quarta-feira.

AE-AP, Agencia Estado

20 de maio de 2009 | 09h19

Em abril, quando Fred Bousquet, nos 50 metros livre, e Alain Bernard, nos 100 metros livre, baixaram os recordes mundiais que pertenciam ao australiano Eamon Sullivan, Thompson já havia protestado contra os maiôs - Bernard usou o Arena X-Glide, e Bousquet o Jadek J.01, ambos rejeitados inicialmente pela Fina, em lista anunciada nesta terça-feira.

Agora, ele espera que a Fina não homologue os recordes dos franceses, mantendo seu pupilo como dono da melhor marca do mundo. "Um recorde deve ser batido com um traje que tenha sido aprovado, e não por um maiô modificado, essa é minha opinião", concluiu o australiano.

Tudo o que sabemos sobre:
nataçãoFinamaiôsAlan Thompson

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.