Peter Powell/EFE
Peter Powell/EFE

Técnico da Nigéria diz que torneio serviu de aprendizado

Keshi avalia que a competição servirá de aprendizado para os jogadores da renovada seleção

AE, Agência Estado

23 de junho de 2013 | 19h00

FORTALEZA - Apesar da eliminação na primeira fase, o técnico da Nigéria, Stephen Keshi, sai satisfeito da Copa das Confederações. Keshi avalia que a competição servirá de aprendizado para os jogadores da renovada seleção africana.

"Estamos em um processo de aprendizado e esta Copa das Confederações nos serviu para observar o profissionalismo dos times e treinadores. Nos serve de formação e aprendizado. Voltaremos para casa com mais conhecimento", afirmou Keshi, que comanda a seleção com a menor média de idade da competição: 23,3 anos.

Um dos fundamentos que pretende aperfeiçoar na sua equipe é a finalização. Para o treinador, as dificuldades do time ficaram evidentes durante a partida contra a Espanha, neste domingo - a Nigéria foi derrotada por 3 a 0 no Castelão, em Fortaleza.

"Acho que há muito nervosismo e ansiedade no momento da finalização. Criamos oportunidades, mas não conseguimos aproveitá-las. É o que temos que melhorar e espero que melhoremos rápido", declarou.

Na avaliação de Keshi, o placar da derrota deste domingo não refletiu o jogo. Para o técnico, se a Nigéria tivesse conseguido aproveitar uma de suas chances no primeiro tempo, o resultado do jogo poderia ter sido mais apertado. O marcador "não traduz o nosso desempenho, mas isso é futebol, acontece mesmo", afirmou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.