Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Técnico é expulso do Mundial após briga com filha nadadora

O treinador ucraniano Mikhail Zubkov brigou com a atleta Kateryna Zubkova - sua própria filha - após a nadadora não se classificar para a final dos 50 metros costas no 12.º Mundial de Esportes Aquáticos, disputado em Melbourne, na Austrália. A discussão, que aconteceu na terça-feira foi gravada por um canal local de TV, e as imagens já são algumas das mais vistas na internet. Nelas, Zubkov, de 38 anos, usa a violência para descontar sua frustração com o resultado da filha na prova. Além de tirar o credenciamento do ucraniano, a Federação Internacional de Natação (Fina) o expulsou de seu quadro de associados. Com isso ele não pode mais atuar em competições organizadas pela entidade.A Polícia do estado australiano de Vitória investiga o caso e analisa a fita com as imagens, mas já emitiu uma ordem judicial que obriga Zubkov a ficar a no mínimo 200 metros de distância de sua filha. Mesmo assim, não foram apresentadas acusações contra o homem. Segundo informações, dadas nesta quarta-feira, de um inspetor de Polícia ao jornal local The Age, Kateryna Zubkova está bem, foi interrogada e não teve de ser atendida pelos médicos. O chefe executivo do Mundial deste ano, Michael Scott, disse que a Fina também iniciou sua investigação, e que tornará os resultados públicos. "O que ocorreu é um fato inaceitável, muito sério. É inaceitável na Austrália e em qualquer parte do mundo", disse a federação em comunicado.*Atualizado às 12h25

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.