Técnico sub-14 do Palmeiras é agredido

No último sábado, irritado com uma substituição feita no seu time, um membro de torcida organizada invadiu o gramado de jogo e desferiu socos e pontapés no treinador da equipe. O ato covarde aconteceu no Campeonato Paulista Sub-14, após um partida entre Santos e Palmeiras, no CT Rei Pelé. O agredido foi o técnico do time palmeirense, Márcio Vicente e o agressor, um velho conhecido: o presidente de honra da Torcida Mancha Alvi-Verde, Paulo Serdan.De acordo com relatos de membros da divisão de base do clube, Serdan não teria gostado de ver seu filho, Caique, que joga de lateral-esquerdo ser substituído. Contrariado, ele esperou o jogo acabar, invadiu o campo e desferiu um soco no rosto de Márcio. Logo em seguida o agrediu com mais dois chutes nas costas. Após o entrevero, Serdan deixou o CT, levando o filho. "O estranho é que somos os líderes e estamos na próxima fase", contou um dos diretores de futebol amador do clube, Ademir Prevelatto.Após ser examinado e medicado na Santa Casa de Santos, Márcio retornou a São Paulo e voltou a passar por exames, nos quais foram constatadas fraturas em três costelas. Procurado pelo Estado, Paulo Serdan não retornou as ligações.Vítima de uma cotovelada na partida contra o América-RN, Martinez teve uma fratura no osso da face e ficará de 3 a 6 semanas fora dos gramados.

Guilherme Carvalho, O Estadao de S.Paulo

02 de outubro de 2007 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.