Técnico ucraniano promete não brigar mais com a filha

O técnico de natação ucraniano que foi filmado brigando com sua filha no Mundial de natação em Melbourne disse a juízes nesta quinta-feira que não vai repetir mais esse tipo de comportamento. Mikhayl Zubkov, de 38 anos, foi filmado discutindo e empurrando sua filha de 18 anos, Kateryna Zubkova, na noite de terça-feira. Kateryna tentou empurrar seu pai várias vezes durante a briga. O advogado de Zubkov disse ao tribunal que o incidente foi um assunto familiar pessoal e delicado, e que seu cliente está arrependido. A polícia tentou estender a ordem que proibiu o treinador ucraniano de entrar em contato com a filha, mas os juízes rejeitaram o pedido depois que a nadadora se recusou a fornecer provas. Falando por meio de um intérprete, Zubkov deu a garantia de que não terá uma conduta similar em campeonatos. Ele saiu do tribunal de mãos dada com sua filha, que disse à imprensa local que o incidente foi provocado por sua recusa em parar de ver seu namorado, contrariando a vontade do pai. "Também é minha culpa. Eu desobedeci e ele ficou chateado", disse Kateryba. "Ele nunca me machucaria. Ele é um ótimo pai. Ele me ama muito, ele se preocupa muito comigo. Eu só quero que ele volte para que nós possamos conversar e estar comigo." "É apenas um problema entre pai e filha que não teve nada a ver com meu técnico ou com a natação", concluiu a jovem nadadora.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.