Paulo Liebert/Estadão
Paulo Liebert/Estadão
Imagem Ugo Giorgetti
Colunista
Ugo Giorgetti
Conteúdo Exclusivo para Assinante

Telefonema

Mãe e filho conversam sobre o noticiário do mundo

Ugo Giorgetti, O Estado de S.Paulo

08 de março de 2020 | 04h00

A conversa que se segue se deu entre mãe, no Brasil, e filho que joga na Itália.

Filho: E aí mãe, tudo bem?

Mãe: Tudo bem, tudo bem… E você ? Estou ouvindo barulho de vozes no fundo. Onde você está?

Filho: Num lugar aí, mãe. O pessoal tá jogando baralho. Depois te conto...

Mãe: Não senhor, explica agora mesmo onde você está?

Filho: Eu estou confinado. Sabe o que é confinado? To num lugar fechado com o resto do time, meio que prisioneiro, entendeu? Por causa do tal coronavírus. Daqui ninguém sai sem permissão.

Mãe: Meu Deus!

Filho: Calma, é só quarentena. Uns dias e a gente sai. No Brasil não está acontecendo nada com o coronavírus ?

Mãe: Nada, Nada! A televisão fala nisso, os jornais também. Mas eu, por exemplo, não sei de ninguém que pegou esse vírus. Parece que só pega em contato com chinês. Quer dizer, não tem nada acontecendo aqui. A gente teve um carnaval maravilhoso! Só em São Paulo teve uns setecentos blocos!

Filho: Tá certo, mãe. Mas continua chovendo aí?

Mãe: Chovendo? Não sei. Acho que em Santos choveu mais ou menos. Mostraram umas enchentes, nem sei se era Santos. Podia ser aqui em São Paulo, no Rio, em Minas, sei lá. Mas por que você tá preocupado com chuva?

Filho: Por que eu estou preocupado? Você tem coragem de me dizer isso? Depois do que aconteceu com o meu carro? Um carro que nem cheguei a usar, que foi entregue e colocado na garagem desse prédio onde eu nem cheguei a morar. Uma Lamborghini Hurácan, zero! Não sobrou nada! Você não viu a foto? Nem reconheci o carro, só se via a parte de cima da capota no meio da água. Tô até agora lutando contra o seguro e tenho certeza que vou perder. E você me pergunta por que ando preocupado com chuva?

Mãe: Sei, mas pra você, um carro a mais ou um carro a menos...

Filho: Ah, vai pensando assim...

Mãe: Olha, tenho que te contar uma coisa que você não vai gostar muito. O teu tio Vavá voltou pro hospital.

Filho: Outra vez? Poxa! O tio Vavá, eu gosto tanto dele. Foi ele que me ensinou a bater de curva. Era ele o bom de bola da família. O que foi desta vez?

Mãe: Dengue.

Filho: Dengue?

Mãe: Dengue, ué? Até você já teve.

Filho: Eu sei, Mas faz tempo pra caramba, não? Continua dengue aí?

Mãe: Pelo jeito....o tio Vavá pegou. Até o sarampo andou aumentando. Mas não vale a pena ligar pra essas coisas. Se não você fica louco. Não pensa nisso. Outro dia ainda vi uma foto sua no jornal, dando aquele seu pulo na hora do gol, fazendo aquele gesto com a mão! Na hora nem reconheci você. Depois, vendo na televisão, vi que era você mesmo. Você tá mais forte, mais velho. Mas tá muito bem.

Filho: É, mas não sei se estou tão feliz aqui. Às vezes me dá muita tristeza. Você pensa que italiano é fácil? Só consigo pedir bife à parmiggiana, coisa que aqui ninguém nunca ouviu falar...

Mãe: Nunca? Que absurdo! É por isso que falam que comida italiana se come mesmo é aqui em São Paulo.

Filho: É, mas às vezes acho que devia ter esperado um pouco...

Mãe: Você enlouqueceu? Esperar um pouco?! Meu filho, estou tão orgulhosa de você! Você viu a cotação do euro hoje? Você é cinco vezes mais rico do que a maioria dos brasileiros! Nem me fale em voltar. Aqui o real caiu um pouquinho, mas a gente se aguenta. O “Pedro Guedes, ministro das finanças’’, disse que não tem problema se o dólar subir mais ainda. Então se prepara pra sofrer uns tempos por aí, se Deus quiser.

Filho: Tá bom, você está certa.

Mãe: E olha, acho que o dr. Dráuzio vai ficar bravo comigo, mas essa gripinha que tá por aí, você nem precisa ficar preocupado. É só toda noite misturar num copo, um pouco de conhaque, uma gema de ovo, bastante linhaça e bate. Tá resolvido esse tal de coronavírus. E também não esquece de orar muito, meu filho.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.