Tênis de Mesa faz Pré-Olímpico no Chile

O mesa-tenista Thiago Monteiro, de 22 anos, revela que o Brasil não terá uma missão fácil para conseguir vagas nos Jogos de Atenas durante a disputa do Pré-Olímpico do Chile, que começa neste sábado. A equipe brasileira será representada por Thiago Monteiro, Hugo Hoyama, Hugo Hanashiro, Lígia Santos, Mariany Nonaka e Cláudia Ikeizumi. "O objetivo é a classificação. Eu entendo que, pela retrospectiva dos últimos torneios, temos chances de voltar do Chile com as vagas", disse o atleta.O Pré-Olímpico do Chile distribuirá seis vagas no individual masculino e seis no feminino. Cada país só pode classificar dois atletas de cada sexo no individual e uma dupla. Nos Jogos de Barcelona, em 1992, o Brasil teve sua maior participação no tênis de mesa, com quatro jogadores. Dessa vez, a Confederação da modalidade, que montou um Centro Nacional de Treinamento em Piracicaba (SP), acha que pode classificar seis atletas.O cearense Thiago, que defende o clube francês Bayard Argentan, reuniu-se à seleção brasileira em Piracicaba, sete dias antes do embarque para o Chile, que aconteceu nesta sexta-feira. Ele e o chinês naturalizado argentino Liu Song são apontado por Hugo Hoyama como os rivais mais difíceis.Hoyama, que foi às três últimas Olimpíadas e tem oito medalhas de ouro pan-americanas, ainda sente dores no cotovelo, por causa de uma contusão. "Dói após uma hora de jogo, mas as disputas no Chile não levarão esse tempo. Por isso, estou tranqüilo."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.