Tensão: Corinthians revê Marcelinho

Clube quer apartamento para quitar dívida que cobra de seu ex-ídolo

O Estadao de S.Paulo

11 de julho de 2008 | 00h00

O reencontro entre Corinthians e Marcelinho Carioca, amanhã, será o primeiro em campo depois de o meia ter sido o pivô de uma das mais desastrosas negociações da história do clube e que ainda rende confronto na Justiça. O Corinthians enfrenta o Santo André, atual time de Marcelinho, no Estádio Bruno José Daniel, às 16h10.A guerra entre o clube e um de seus maiores ídolos vai resultar em despejo da ex-mulher do atleta, Ana Cristina. O departamento jurídico corintiano conseguiu, na 74ª Vara do Trabalho de São Paulo, uma ação de desocupação de um apartamento na Mooca, onde ela vive. O imóvel foi envolvido em 2006 na negociação da dívida de R$ 12 milhões que o atleta tinha com o Corinthians. O acordo resultou em seu retorno ao time, abençoado pelo então presidente Alberto Dualib. Avaliado em R$ 1 milhão na época, o apartamento não foi passado ao nome do clube de imediato, porque havia dívidas de condomínio e IPTU - que hoje chegam a R$ 300 mil. Quatro meses antes do final do último contrato com o Corinthians, Marcelinho foi dispensado, voltou atrás e não cedeu o imóvel, alegando ser um bem familiar. O imbróglio parou por um ano, até a nova diretoria acionar a justiça para reavê-lo."O oficial de Justiça já está com a documentação de desocupação. Acredito que no máximo em um mês o imóvel estará no nome do clube e desocupado", disse o advogado Cláudio Weinchenker, que defende o Corinthians. Marcelinho alegou que não deve nada ao clube. "Desconheço essa informação (despejo da mulher do apartamento). O acordo que fiz com o Corinthians, na época, não envolvia nada, nem imóvel, nem dívida com outro atleta (Luizão)", ressaltou o atleta ao Estado. RODADAA 11.ª rodada da Série B será aberta hoje, com os jogos Ponte Preta x Barueri, Marília x São Caetano, CRB x Brasiliense e Vila Nova-GO x Bahia.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.