Termina carreata da seleção campeã

Antes do merecido descanso após a conquista do título da Liga Mundial, a seleção brasileira masculina de vôlei desfilou nesta terça-feira em um carro do Corpo de Bombeiros por várias das principais ruas de São Paulo. A cidade parou para aplaudir o time de Bernardinho e até o clima, com sol e céu azul, ajudou o desfile, que durou duas horas e partiu da Rua Tutóia, chegando no ginásio do Ibirapuera - teve gente que correu atrás dos jogadores do início ao final do trajeto. Em seguida, eles partiram para suas casas, onde vão descansar até terça-feira, dia da reapresentação para Bernardinho, no Rio de Janeiro.O mais experiente do grupo é Maurício. Ele foi o único jogador que há 11 anos participou do desfile que homenageou o time campeão olímpico em Barcelona. Giovane também era daquela seleção, mas foi dispensado da festa desta terça-feira para ajudar nos preparativos para seu casamento, que acontece na sexta-feira."Daquela vez foi magnífico, uma surpresa. A gente nem sabia da repercussão no Brasil. Hoje, nem imagino como vai ser porque a Liga Mundial não é uma competição de tanta importância quanto uma Olimpíada", disse Maurício, antes de subir no carro dos Bombeiros.Da primeira vez, o levantador guardou alguns trechos do trajeto que percorreu: "Me lembro da 23 de Maio, Marginal Pinheiros lotadas. Mas eu agradeço aos brasileiros pelo reconhecimento ao nosso trabalho. A gente rala todo dia para isso mesmo." Bernardinho, um dos nomes que os torcedores mais berravam pelas ruas, também estava maravilhado. "Só temos a agradecer de coração a todo mundo que torceu demais nessa Liga Mundial. A única vez que desfilei em carro aberto foi em Curitiba, quando conquistamos um título da Superliga", afirmou o treinador.Outro que deu muita atenção para os torcedores foi o líbero Escadinha. "Depois de uma final como esta, temos mesmo de comemorar."Além de Giovane, a equipe desfilou desfalcada de Giba e Ricardinho. Apenas seis campeões chegaram ao final do trajeto: Rodrigão, Dante, Anderson, Nalbert, André Nascimento e Escadinha.Bernardinho, Maurício, André Heller e Henrique desceram na avenida Paulista.

Agencia Estado,

15 de julho de 2003 | 14h27

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.