Ricardo Bufolin/CBG
Ricardo Bufolin/CBG

AO VIVO

Confira tudo sobre a Copa do Mundo da Rússia 24 horas por dia

Thaís Fidelis faz bonito e vai a 2 finais no Mundial de Ginástica

Brasileira tem bom desempenho e avança no individual geral e no solo em Montreal

Estadão Conteúdo

05 Outubro 2017 | 00h06

Com apenas 16 anos de idade, a brasileira Thaís Fidelis conseguiu nesta quarta-feira um resultado expressivo para a ginástica artística do País. Nas classificatórias femininas do Mundial da modalidade, que está sendo realizado em Montreal, no Canadá, a ginasta obteve a classificação para duas finais logo em sua primeira participação: no individual geral e no solo.

+ Em final do Mundial, Caio Souza prevê boa disputa por medalha no individual geral

Thaís Fidelis, que está no primeiro ano com a seleção brasileira adulta, somou 52,332 e terminou em 17.º lugar para conquistar o seu lugar na decisão do individual geral, que terá 24 participantes, nesta sexta-feira. O melhor aparelho foi o solo (13,733), seguido pelo salto (13,633), assimétricas (13,200) e trave (11,766). A nota no solo rendeu a ela a sexta colocação na classificatória do aparelho e uma vaga na decisão, que ocorrerá no domingo.

"Fui bem e esse foi o primeiro de muitos Mundiais. Estou muito feliz com os resultados, mas, na trave, eu poderia ter ido um pouco melhor. Agora é treinar mais até sexta e domingo e fazer o melhor que eu posso", disse Thaís Fidelis.

Na avaliação do treinador Roger Medina, a ginasta teve um bom desempenho, mas ainda pode melhorar. "Nós trabalhamos muito para essa competição. Ela não tem experiência nesse nível de Mundial, é algo forte para ela. Não podemos olhar e dizer que foi 100% bom, como foi no treino de pódio. Hoje (quarta-feira) ela teve um erro na trave, coisas que não acontecem nos treinos. Talvez tenha sido um momento que ela desconcentrou um pouquinho, mas estamos satisfeitos. A Thaís reagiu em cima disso, foi para o solo, conseguiu uma boa classificação e entrou para final", avaliou.

Mais conteúdo sobre:
Ginástica Artística

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.