HO/EFE
HO/EFE

Therese Alshammar perde recorde mundial por usar 2 maiôs

Fiscais australianos identificaram problema graças à televisão, após ela ter baixado marca em dois centésimos

EFE

17 de março de 2009 | 10h06

A sueca Therese Alshammar teve cassado seu recorde mundial nos 50 metros borboleta, que alcançou durante o Campeonato Australiano de natação, por ter utilizado na competição dois maiôs, como foi percebido pelos árbitros da prova.

Alshammar, duas vezes medalha de prata nos Jogos de Sydney em 2000, completou a prova, disputada em Sydney, em 25s44, dois centésimos mais rápido que a marca conseguida por ela mesma em junho de 2007 em Barcelona.

Porém, através de imagens de televisão, os oficiais da competição viram que a nadadora usava dois maiôs, o que é punido com a desqualificação na Austrália.

A nova norma australiana também foi adotada pela Federação Internacional de Natação (Fina) desde a semana passada, por considerar que esse uso de determinados tipos de maiô representam uma contribuição extraordinária ao competidor.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.