FABIO MOTTA/ESTADÃO
FABIO MOTTA/ESTADÃO

Thiago Braz e francês Lavillenie se reencontram no dia 1º, em Zurique

Brasileiro é recordista olímpico do salto com vara; adversário detém melhor marca mundial

Leonardo Guandeline, especial para O Estado, Estadão Conteúdo

26 Agosto 2016 | 17h57

O campeão olímpico Thiago Braz, do salto com vara, reencontrará o francês Renaud Lavillenie, prata no Rio, no próximo dia 1º, em Zurique, na Suíça.  Na disputa final entre ambos no Engenhão, Lavillenie reclamou das vaias da torcida brasileira. Ambos estão confirmados na tradicional etapa da Liga Diamante a ser realizada na cidade suíça. 

Lavillenie voltou às provas nesta quinta-feira, pela mesma liga, e novamente ficou em segundo lugar na etapa de Lausanne, também na Suíça. O título foi para o terceiro colocado no Rio, o americano Sam Kendricks. Thiago não competiu.

No Rio, Thiago estabeleceu recorde olímpico ao saltar 6,03m. O francês é recordista mundial, saltou 6,16m, em pista coberta - a lenda ucraniana da modalidade, Serguei Bubka, tem o recorde de salto com vara ao ar livre (as disputas em Zuirique acontecem dessa maneira); 6,14m.

Thiago Braz ainda deve disputar mais duas competições antes do fim do ano, além de Zurique. Nenhuma delas em solo francês. 

Apesar de certo temor com o ambiente na França, o campeão olímpico afirmou que com Lavillenie não há problemas. Em entrevista coletiva nesta quinta-feira, Braz contou ter falado com o francês no Rio para amenizar a situação. Os dois combinaram de se falar quando estivessem na Europa.

A conversa foi mediada por Bubka. O ex-campeão olímpico apostou, inclusive, que o brasileiro será o novo recordista do salto, posto ocupado atualmente pelo francês. 

Mais conteúdo sobre:
Thiago BrazSuíça

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.