Werther Santana/Estadão
Werther Santana/Estadão

Thiago Braz erra saltos e fica fora do pódio em etapa sueca da Diamond League

Brasileiro falha nas três tentativas para 5,36 metros e terminando no sexto lugar

Redação, Estadão Conteúdo

30 de maio de 2019 | 20h00

Campeão olímpico do salto com vara nos Jogos do Rio-2016, Thiago Braz continua com desempenho oscilante na temporada. Nesta quinta-feira, na etapa de Estocolmo, na Suécia, a terceira da Diamond League, em 2019, o brasileiro decepcionou ao não conseguir completar a prova, falhando nas três tentativas para 5,36 metros e terminando no sexto lugar.

"Hoje (quinta-feira) não foi bom, não consegui trazer medalhas para o Brasil. O vento hoje estava muito ruim, mas é isso. Mais uma competição passou, bora pra frente, agora a gente tem o próximo camping na Itália, vamos ficar lá por um mês e partir para a próxima etapa", disse Thiago Braz em suas redes sociais.

O norte-americano Sam Kendricks ficou com a primeira colocação da etapa no salto com vara com a marca de 5,72 metros. O polonês Piotr Lisek foi o segundo (5,60 metros) e o japonês Seito Yamamoto ficou na terceira posição (5,48 metros).

Na Diamond League, Thiago Braz participou também da primeira etapa, no começo deste mês, em Doha, no Catar. Nela, o brasileiro foi o segundo colocado com a marca de 5,71 metros, no que foi o seu melhor resultado ao ar livre do ano até agora.

Andressa de Morais também competiu em Estocolmo. No lançamento de disco, a brasileira terminou com a sétima melhor marca: 61,86 metros. A cubana Denia Caballero, com 65,10 metros, levou a medalha de ouro. A prata também foi para Cuba com Yaimé Pérez, que fez 65,09 metros. O bronze ficou com a chinesa Chen Yang, com 64,25 metros.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.