Divulgação
Divulgação

Thiago Braz, exemplo do encontro vitorioso entre boa estrutura e talento

Saltador de 19 anos, campeão mundial juvenil, vai ao seu primeiro Mundial como recordista sul-americano

AMANDA ROMANELLI, O Estado de S. Paulo

28 de julho de 2013 | 09h00

SÃO PAULO - Thiago Braz é o resultado do encontro entre uma boa estrutura de trabalho e o talento. O saltador de 19 anos aparece no ranking do ano com a quinta melhor marca mundial. Os 5,83 m que o colocam na elite do salto com vara foram conquistados no dia 5 de julho, quando venceu o Sul-Americano de Cartagena, na Colômbia.

Apesar de jovem, Thiago já tem uma consistente carreira. Em 2010, foi prata na Olimpíada da Juventude, em Cingapura. Ano passado, conquistou o ouro no Mundial Juvenil, em Barcelona. Nos dois torneios, foi ao pódio com recordes pessoais.

Com 1,86 m, esguio, Thiago tem o biotipo do saltador. Características que seriam insuficientes se o seu talento não fosse descoberto em uma pista de terra em Marília. Foi no interior paulista que, com 14 anos e por influência do tio, começou no atletismo – e de lá saiu a convite do amigo Augusto Dutra.

Augusto, que também é de Marília, havia se transferido para a extinta equipe Rede. Chamou o colega e sete meses depois, quase no fim de 2009, Thiago se transferiu para a BMF&Bovespa e começou a treinar com Elson Miranda.

Nas clínicas realizadas com Vitaly Petrov, Thiago já ouviu ser melhor que o mítico Sergey Bubka na mesma idade. Mas o garoto, ainda assimilando a marca conquistada este ano – antes, seu melhor salto era de 5,60 m –, só pensa em fazer um bom papel no Mundial de Moscou. “Já consegui a marca que queria. Agora, gostaria de ir à final. Depois, o que vier é lucro.”

Elson Miranda, satisfeito com a evolução do pupilo, lembra de uma afirmação feita em 2010. “Quando ele foi prata na Olimpíada da Juventude, disse que o nosso trabalho só mostraria consistência se o Thiago fosse medalhista mundial e alcançasse ao menos a final olímpica em 2016.” O ouro no Mundial já veio, em 2012. Resta saber o que o Rio reserva para Thiago.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.