Thiago Dias não vai à final do salto

Nesta quarta, Thiago Jacinto Carahyba Dias, um dos atletas brasileiros favoritos no salto em distância no Mundial Juvenil de Atletismo na Jamaica (foi campeão mundial menor, no ano passado, com 7,71 m e tem 7,73 m, como sua melhor marca) não passou à final entre os 12 melhores. Thiago saltou 7,34 m, a 16.ª marca na qualificatória. "Não tinha pernas, estava mole, não conseguia correr.Ele, que é muito agressivo, na prova não correspondeu . ?Esse não é o Thiago", resumia a técnica Tânia Moura, dizendo que 7,34 é um salto medíocre para alguém do nível de seu atleta. Tentou encontrar justificativas. Falou do calor - "ele reclamou" - perto dos 40 graus, nesta quarta, e do horário da seletiva - "teve de acordar às 5h30 e não está acostumado". Tânia acha que Thiago vai tentar "dar o troco" nos 110 m com barreiras, nesta sexta.Outras chances - A brasileira Karla Rosa da Silva compete pelo ouro na final do salto com vara. Karla garantiu a vaga com a segunda melhor marca da fase de classificação, na terça-feira, ao saltar 3, 90 metros. A atleta, de 17 anos, é a atual campeã brasileira juvenil e recordista nacional absoluta da prova, com 4 m. Já o sul-matogrossense Gustavo Gomes de Mendonça não conseguiu ir à final do arremesso do peso. Com 17,15 m, Gustavo foi apenas o décimo colocado na classificação.Protesto - O delegado do Brasil no Mundial, Martinho Nobre dos Santos, apresentou, nesta quarta, um protesto pela "falta de comida" no restaurante dos atletas na Universidade das Índias Ocidentais. "O serviço é lento e eles não repõe o suficiente." Martinho ia ao supermercado comprar um reforço. A Espanha e os Estados Unidos também deveriam apresentar protestos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.