Thiago Monteiro fura o quali no Mundial de Tênis de Mesa

Em franca evolução no tênis de mesa, o Brasil coloca à prova seu novo status no Mundial da modalidade, que começou nesta segunda-feira, em Suzhou, na China. O primeiro brasileiro a estrear foi Thiago Monteiro, que venceu três jogos para furar o qualifying e avançar à chave principal masculina.

Estadão Conteúdo

27 de abril de 2015 | 16h25

Na primeira etapa do Mundial, 190 atletas foram divididos em 63 grupos, classificando 64 atletas para a segunda fase do quali. Thiago venceu um tunisiano e um atleta do Usbequistão. Na sequência, ganhou de Samat Beisenov, do Casaquistão.

O Mundial acontece em formato de mata-mata, sem repescagem. Atual número 156 do mundo, Thiago Monteiro, que defende um clube francês, vai ter uma estreia difícil na terça-feira, contra o japonês Yuto Muramatsu, 23.º do ranking.

Principal nome do tênis de mesa brasileiro no momento, Hugo Calderano (60.º do mundo) deu azar no sorteio das chaves. Ele estreia contra o dinamarquês Kasper Sternberg (138º) e se avançar entra no caminho do japonês Jun Mizutani, quinto do mundo.

São quatro brasileiros na chave masculina de simples. Cazuo Matsumoto enfrenta Alexey Liventson (Rússia), enquanto Gustavo Tsuboi (número 55 do mundo) pega o português Diogo Chen. Como são 128 atletas na chave, são necessárias cinco vitórias para chegar à disputa por medalhas.

DUPLAS - Nas duplas mistas, disputa que não existe nos Jogos Olímpicos, o Brasil já está a uma vitória das oitavas de final. Calderano e Caroline Kumahara venceram duas partidas nesta segunda-feira, já na chave principal, deixando para trás uma dupla da Mongólia e uma parceria formada por um australiano e uma porto-riquenha - este é o primeiro Mundial que permite dois atletas de países diferentes formarem um time.

Na próxima rodada, os brasileiros enfrentam Laurens Tromer/Britt Eerland, da Holanda. Gui Lin e Gustavo Tsuboi não tiveram a mesma sorte e, jogando juntos pela primeira vez, perderam na estreia, para uma dupla do País de Gales.

No qualifying de duplas masculinas, Thiago e Cazuo ganharam dois jogos para avançarem à chave principal, onde se juntam à dupla formada por Calderano e Tsuboi. No feminino, como o Brasil só tem três atletas, terá apenas uma dupla, formada por Caroline e Gui Lin, que estreia já na chave principal.

Por fim, na chave feminina de simples, Carol estreia contra Renata Strbikova (República Checa), Lin pega Margaryta Pesotska (Ucrânia) e Lígia Silva enfrenta a japonesa Sayaka Hirano. Em todos os casos as rivais têm ranking melhor que das brasileiras.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.