Martin Bureau/AFP
Martin Bureau/AFP

Thiago Pereira admite surpresa com medalha de prata

Ele não acreditava que tinha deixado Michael Phelps para trás nos 400m medley

ALESSANDRO LUCCHETTI, Agência Estado

28 de julho de 2012 | 16h23

Thiago Pereira se surpreendeu com a medalha de prata olímpica na prova dos 400 metros medley, que não é a sua especialidade, neste sábado, no Centro Aquático de Londres. O brasileiro disse que demorou para acreditar que havia superado o bicampeão olímpico da prova, o americano Michael Phelps, que chegou em quarto lugar.

"Não estou nem acreditando, juro que não. Estou muito feliz. No meio da prova eu vi que estava em segundo e falei: ''nossa''. Mas no final fui travando e não sabia como eles [os rivais] estavam vindo. Como já tive experiências não muito boas, esperei até o finalzinho para ter certeza", disse Pereira, na saída da piscina, em entrevista à TV Record.

O desempenho do brasileiro nos 400 metros medley neste sábado superou a frustração das duas últimas olimpíadas. Em Atenas, em 2004, ele não conseguiu se classificar para a final dessa prova. Quatro anos depois, em Pequim, conseguiu se classificar para a final, mas não nadou bem e chegou na oitava colocação.

No ciclo olímpico até Londres, Pereira adotou uma preparação mais ampla, com cuidados especiais fora das piscinas, principalmente na alimentação. Também trocou de treinador - agora trabalha com Alberto Silva, o Albertinho - e passou a trabalhar ao lado do campeão olímpico e mundial Cesar Cielo. "Dessa vez não deixei de fazer nada. Se não conseguisse medalha dessa vez, não me sentiria mal, pois fiz tudo que era possível."

Depois da volta por cima, Pereira revelou que esta foi a última vez que competiu nos 400 metros medley, já que prefere se dedicar aos 200 metros medley e ao revezamento 4x100 metros medley a partir de agora. "Depois de várias olimpíadas brigando, várias tentativas, finalmente consegui. Foi a última vez que eu nado essa prova. Quem viu, viu. Quem não viu, não vê mais. É uma prova muito cansativa", disse Pereira, que ainda lembrou o Corinthians, clube pelo qual compete desde 2010. "Quero agradecer ao Corinthians. Já conseguimos a Libertadores esse ano e agora essa medalha."

O brasileiro disputará mais duas provas em Londres. Na próxima quarta-feira, ele vai participar das eliminatórias dos 200 metros medley, sua especialidade. Se avançar, fará a final na quinta. No dia seguinte, Thiago representará o Brasil no nado de costas nas eliminatórias do revezamento 4x100 metros medley. A decisão da medalha nessa prova acontecerá no sábado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.